8 – O Pai do Guitar Hero

Depois de exatamente 7 meses sem postar nada de novo no The Music The Message, estou de volta.

Sem o podcast, porém continuando com os Clipes Legendados e desta vez com uma novidade: um Game! Não, não é um quiz ou promoção, se trata de um jogo em Flash da banda sueca Millencolin, que foi lançado em 2002 para ajudar na divulgação do CD “Home From Home”.

O jogo podia ser baixado gratuitamente no site da banda (no momento o link está quebrado, mas o FrankCastle aqui tinha uma cópia gravada desde 2002!).

Você podia jogar sem compromisso, mas se tivesse o o CD original de Home From Home, poderia participar de uma promoção. Os que fizessem melhores pontuações ganhavam prêmios como: Guitarra, Skate, Jaqueta, tênis Vans, camiseta da banda, entre outros.

Era simples, bastava executar o jogo, escolher entre 4 personagens e seus respectivos instrumentos:

Mathias – Guitarra
Larzon – Bateria
Nilkola – Vocal
Erik – Guitarra

Apesar da banda ser composta por seres humanos, no jogo, você controlava os integrantes que estavam em forma de robô (veja o Clipe no final do Post). O legal é que, mesmo tendo dois personagens guitarristas, cada um tinha jogabilidade e riffs diferentes. Nikola usa apenas a voz no jogo (ele também toca baixo na banda). Além disso, era possível ajustar o volume da música em relação ao instrumento, ou até mesmo deixar apenas o som do instrumento que você estava tocando. Particularmente, eu gostava de jogar com bateria neste modo “Solo”.

Para jogar, você não precisava de nenhum Joystick ou Guitarra de brinquedo, mas apenas de seu teclado. Você tinha que pressionar as teclas no momento certo “A”, “J”, “I”, etc. E com as teclas “X” e “Z”, o personagem fazia uma gracinha, como levantar a perna ou jogar a baqueta para o alto.

Foi minha primeira experiência com um jogo musical e isso em 2002.

Desta forma, podemos dizer que o jogo acima é o “Pai de Guitar Hero” (que só foi lançado em 2005). Tudo bem que é um jogo bem mais simples, com apenas 1 música. Mas para um joguinho feito em Flash apenas para divulgar o CD de uma banda, está de bom tamanho!

DOWNLOAD DO GAME:
 
Caso tenha ficado curioso e queira jogar, basta fazer download em um dos links a seguir: 
 
 
SENHA: themusicthemessage.blogspot.com
 
Para jogar, basta descompactar os arquivos. Em seguida, execute o battle.exe
Depois, clique em START, DEMO, clique na cabeça do personagem desejado, escolha a dificuldade e boa diversão!

SOBRE A BANDA
O Millencolin é formado por 4 amigos apaixonados por Skate, inclusive o nome foi tirado de uma manobra de Skate (Melancholy). Eles já fizeram um home video chamado “The Hi-8 Adventures”, onde além dos clipes, mostram sessões de Skate deles.

E até já organizaram campeonatos de Skate que levavam o nome da banda:

Ainda gosto do Millencolin, mas só até o próprio “Home From Home” de 2002, depois disso lançaram mais álbuns, mas aí já não curti muito. E o Clipe Legendado faz parte exatamente deste álbum. Vale lembrar que eu NÃO fiz a tradução, muito menos a sincronia das legendas, tirei esse clipe do meu DVD Punk O Rama.

Com vocês, a banda de “robozinhos” no vídeo de “Kemp”:

 

5 respostas para 8 – O Pai do Guitar Hero

  1. Rodrigo Candido disse:

    Fucking Shit !!! Lembro de ver várias vezes esse game na sua casa hehehehehhe. Nem gostava (e ainda não gosto) de Millencolin, mas por gostar de rock e robôs me interessei pelo jogo. E depois de muitos anos tenho uma configuração que rode essa zica au ha uahhuah

  2. Jefferson disse:

    Sensacional esse clipe, hehe.
    O joguinho também é divertido, nada de mais, porém. Mas bem bacana o fato de você ter salvo aí no seu pc o jogo, para posteriormente nos mostrar o “pai” do Guitar Hero.

  3. […] de quase 2 anos, resolvi fazer um post novo para a seção “The Music, The Message”. A primeira feita […]

  4. Eduardo Souza disse:

    Cara estamos em 2015 e eu tava morrendo de vontade de rever esse jogo, obrigado pelo link, já salvei no meu dropbox pra nunca mais perder esse jogo. Sempre fui muito fã da banda e fiquei maravilhado quando saiu esse jogo na época que eu devia ter uns 11 anos haha.
    Mais uma vez obrigado, tava sem esperança de jogar isso de novo.

    • FrankCastle disse:

      Fala aí, Eduardo! Achei esse jogo incrivelmente à frente do seu tempo. Seja pela qualidade, jogabilidade, o fato de vir como trilha multimídia num CD de música (infelizmente a versão lançada no Brasil não tem). E, ainda mais pelo fato de, na época, ter uma pontuação e ranking, onde quem ficasse em primeiro lugar ganharia uma guitarra personalizada! Outra grande sacada, é de poder tocar em diversos instrumentos, guitarras diferentes, com ou sem o acompanhamento (o que, para quem curte música, é um prato cheio ouvir em detalhes o timbre de um instrumento separado).

      E vai ter show deles no Brasil esse ano, não acompanhei os últimos CDs depois do Homem From Home, mas um amigo disse que parece estar bom o último CD, talvez eu vá. Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: