O Incrível Mundo do VHS

 

O Primeiro Video Cassete
Sempre gostei muito de filmes, séries e desenhos animados. Como minha família nunca me levava ao Cinema, ficava restrito aos filmes antigos que passavam na TV aberta. Mas em 1993, meus pais compraram no Mappin um Video Cassete da Toshiba com 4 cabeças, devia ser um dos melhores modelos na época.

Video Cassete Toshiba

Locadoras
Ficha de LocadoraLembro até hoje do primeiro filme que assisti nele: “Esqueceram de Mim”. Peguei o filme numa locadora do bairro, foi a primeira vez que entrei em um estabelecimento desses. Quando vi o filme do Macaulay Culkin, logo abracei a caixa da fita, mas aí a mãe do meu amigo Homer (que nos levou lá), disse que bastava eu pegar uma ficha que estava na capa. (isso variava de locadora para locadora).

Cyborg - O Dragão do FuturoLembro que cheguei a alugar muitos filmes que faziam sucesso nas locadoras, como o inesquecível “Cyborg: O Dragão do Futuro” com Jean Claude Van Damme. Hoje, com a possibilidade de baixar filmes pela internet, os mesmos se tornaram um pouco “descartáveis”. Mas na época do VHS, eu tinha que pagar pelo filme e, para compensar isso, costumava assistir o filme pelo menos 2 vezes antes de entregar! Enquanto a maioria das pessoas alugavam vários filmes ao mesmo tempo, eu alugava no máximo um ou dois para poder assistí-los mais vezes. Lembro que, quando aluguei “Juiz Dredd”, cheguei a assistí-lo 3 vezes (!) antes de entregá-lo, pois gostei muito. E assistir o filme mais de uma vez, às vezes se fazia necessário para entendê-lo melhor, já que só alugava filmes legendados. Com o passar do tempo, as locadoras foram decaindo muito e dificilmente se achavam filmes Legendados (sim, antes ou você alugava uma cópia dublada ou legendada, não é como no DVD onde você pode escolher o idioma). Cheguei a alugar alguns filmes na Blockbuster, ela tinha um sistema legal de entrega de fitas, onde você pagava na retirada e para entregar bastava colocar a fita dentro de uma caixa do lado de fora da loja. Isso era bacana, pois você poderia entregar a fita mesmo quando a locadora estivesse fechada. Porém, a Blockbuster não tinha uma variedade muito grande de títulos e só se encontravam filmes mais atuais.

Fita VHS T-160Gravações da TV Aberta
Mas nem só de Locadoras vivia meu Video Cassete. Eu era um grande consumidor de Fitas VHS “virgens” (algo como o DVD-R de hoje), com elas eu gravava muitos programas de TV que gostava, além de filmes, séries, desenhos, etc. Hoje, nem assisto mais TV, mas lembro que fiz a festa na época em que o SBT assinou contrato com a Warner (os 4 “ases” da televisão). Filmes bons começaram a passar em programas como “Tela de Sucessos”, “Cine Espetacular” e “Cine Belas Artes”. E, apesar dos vários comerciais, aparentemente não cortavam cenas dos filmes (ao contrário da Globo).

As fitas normais gravavam 120 minutos (no modo SP), mas era possível ajustar o video cassete para o modo EP/SLP e com isso, a fita rendia até 6 horas de gravações. As fitas “T-160” suportavam até 8 horas de gravação no modo EP! É claro que a qualidade nesse modo era um pouco mais baixa, mas mesmo assim compensava. Entre os vários filmes clássicos (outros nem tanto) que eu gravei: “Te Pego Lá Fora”, “Os Aventureiros do Bairro Proibido”, “Curtindo A Vida Adoidado”, “Duro de Matar 3 – A Vingança” (sim, gosto muito desse), “Mr. Nice Guy – Bom de Briga”, “Primeio Impacto” (Jackie Chan), Trilogia “Star Wars”, filmes do James Bond e muitos, muitos outros.

As fitas virgens também eram muito úteis para gravar desenhos animados que passavam na TV. Sempre preferi estudar de manhã, pois quando chegava da escola, tinha a tarde livre para me divertir e não teria que me preocupar com o horário. Mas como a maioria dos desenhos animados passavam no período da manhã, comecei a usar o Video Cassete a meu favor: Na época em que passava “Fly” no SBT e depois “Homem Aranha” na Globo, eu programava para gravar diariamente estes 2 desenhos, a vantagem é que bastava escolher os horários e canais, o video cassete fazia o resto do serviço. Era possível programar ele para gravar até 8 programas diferentes em diferentes horários, com a vantagem de não precisar deixar a TV ligada e mesmo que alguém fosse assistir alguma outra coisa na TV, não interferia, pois o video cassete tinha sintonizador próprio.

Sempre lia nos jornais da escola a programação da TV, (naquela época, a internet não era popular e acredito que nem havia grade de programação em sites) quando ia passar um filme legal no “Corujão”, ia lá e programava o video cassete para gravar filmes muito bons que só passavam naquele horário (filmes de ação em geral, os filmes adultos eu gravava somente nos sábados no Cine Privé da Band😉 ).

111468_5711Uma das últimas coisas que gravei em fitas VHS foram as séries que passavam no SBT: “Freedom”, “Brimstone”, “Smallville” (primeira temporada), “Fastlane” e a excelente sitcom “O Jim É Assim”. O triste é que algumas dessas séries foram canceladas e nem sairam em DVD, fora que acabamos nos acostumando com a dublagem. Não consigo assistir “Fastlane” e “O Jim É Assim” sem as ótimas dublagens de Guilherme Briggs e Alexandre Moreno! Por sorte, achei na internet Fastlane com áudio dublado, já que não lançam oficialmente, baixei. Se alguém souber onde tem o “O Jim É Assim” (According To Jim) Dublado, por favor me avise!

Bons tempos esses! Mesmo com a chegada do DVD Recorder, ele nunca se popularizou e não teve nem de longe, a praticidade do video cassete. Até pouco tempo ainda tinha várias fitas aqui, mas depois de ter problemas por 2 vezes, meu Video Cassete nunca mais funcionou. Apesar disso ainda está aqui em casa (graças a isso consegui tirar a foto dele).

Animês
Outra coisa que acabei assistindo muito em VHS foram os animês (desenhos animados japoneses), graças ao meu amigo Diego “Shinobi”, pude assistir séries e longa-metragens como: Gundam Wing, Evangelion, Spriggan, entre outros. A grande maioria desses desenhos eram traduzidos e legendados por fãs (fansubs). Graças ao trabalho desse pessoal, tive acesso a muita coisa que nunca foi lançada no Brasil. Até hoje os fansubs existem e disponibilizam os animês para download gratuito em sites. (Apesar de existirem pessoas que se aproveitam e vendem este conteúdo)

Compra de VHS Originais
Cheguei também a comprar fitas VHS originais em Sebos, ainda tenho aqui algumas de recordação: “U.S. Marshals”, “Matrix” e “O Exterminador do Futuro”. Sinto muita saudade do meu velho video cassete, não compro outro porque vou sentir falta das várias funções que o meu tinha, como uma função de marcar índices na fita, formando assim capítulos para facilitar a busca de filmes ou cenas, já que as fitas demoravam para retroceder ou avançar. Ainda quero tentar passar uma fita minha para DVD, a que continha várias gravações de vídeo game, dos meus jogos de Super Nintendo, gravava várias cenas e finais dos jogos, gostava muito disso.

Gosto muito de tecnologia, mas sou saudosista dessas mídias mais analógicas e menos digitais, o mecanismo de um video cassete ou de uma fita VHS é muito mais fascinante do que de um CD ou DVD e seus respectivos players. Se você já desmontou algum desses, deve entender o que estou falando.

É isso aí galera, desculpem o cheiro de naftalina, mas gosto muito de relembrar essas paradas. Fiquem a vontade para comentar suas experiências com VHS, Locadoras, etc.

 


47 respostas para O Incrível Mundo do VHS

  1. Ricardo disse:

    Só um detalhe: a fita do exterminador do futuro que vc tem não é a que vc originalmente comprou no sebo, pq lembra quando a pedi emprestado pra um trabalho da facul e meu vídeo cassete acidentalmente “mastigou” ela?

    Daí tive que procurar nos sebos e comprar uma outra fita do exterminador do futuro pra compensar😄

    é, vídeo tinha dessas também, o de casa era bem velhinho e sempre enroscava as fitas… por isso que não sinto saudade do videocassete😄

    • FrankCastle disse:

      Hahaha! Pode crer! Estou com ela aqui até hoje!

      Realmente, tem essa parte ruim do video cassete. Sem contar as fitas que estouravam e eu colava com durex🙂

      Valeu pelo comentário aí, como voltei a trabalhar, o ritmo das postagens está mais lento, mas sempre que possível colocarei coisas novas no blog.

  2. […] Um dia estava numa locadora perto de casa, procurando um VHS para alugar (sim, você leu direito: VHS!!!) e vi lá: “Joana D’arc”, era […]

  3. […] do VHS, que sua mãe filmava as suas festinhas? A maioria das crianças da nova geração já nem conhece […]

  4. LUIZ ANTONIO VANNUCCI disse:

    Meu amigo,
    Se você não gravar no videocassete aquele filme ou série, onde fazê-lo? Os aparelhos dvd recorder foram todos recolhidos porque apresentaram problema. Agora, parece, a Panasonic vai relançar um recorder, porém, o preço é absurdo.
    Por enquanto, mão há solução a não ser usar o videocassete para gravar seus filmes ou séries favoritos.
    Estou procurando um filme “O Grande Motim”ou”The Bounty”e não encontro

  5. LUIZ ANTONIO VANNUCCI disse:

    Meu amigo,
    Se você não gravar no videocassete aquele filme ou série, onde fazê-lo? Os aparelhos dvd recorder foram todos recolhidos porque apresentaram problema. Agora, parece, a Panasonic vai relançar um recorder, porém, o preço é absurdo.
    Por enquanto, mão há solução a não ser usar o videocassete para gravar seus filmes ou séries favoritos.
    Estou procurando um filme “O Grande Motim”ou”The Bounty”e não encontro. FORAM GRAVADOS EM vHS.

  6. Celso Nunes disse:

    Caro Frank.Por incrivel que pareça eu aindo tenho videocassete.Acho muito legal usar ele pois como tenho um dvd-recorder sony,uso ele´pra passar as fitas em dvd.Assim como vc ,eu tambem sou saudosista e gosto de usar esses aparelhos analogicos.Ate mais.

    • FrankCastle disse:

      Obrigado pelo comentário, Celso!

      Infelizmente eu não tenho nenhum video cassete que funcione, senão com certeza usaria, principalmente como você citou com um DVD Recorder para passar algumas coisas bacanas que tenho (ou tinha) em fitas VHS. É uma pena que esses DVD Recorders não tenham um manuseio tão fácil quanto o dos antigos video cassetes pois, por mais que tenhamos acesso à muitas coisas na internet, existem muitos filmes clássicos que só passam de madrugada, onde podemos assistí-los com dublagens clássicas. Um bom video cassete com função de programação quebra um galhão nessas horas!

      Um abraço!

      • Carla Monteiro disse:

        É verdade Frank eu me lembro de ter assistido o filme Um robô em curto circuito quando criança, mas, queria assistir de novo, o jeito é achar um torrent na internt.

  7. Celso Nunes disse:

    Legal voce ter me respondido.A respeito das gravaçoes com meu dvd-recorder,ele funciona basicamente como um videocassete,ou seja,posso programar as gravaçoes no horario que eu quero.Mas tem que escolher os modos de gravaçao,pois dependendo da qualidade,as vezes o disco enche antes do programa ou filme acabar.Mas fica legal.Ate mais.

    • FrankCastle disse:

      Obrigado, Celso!

      O blog está meio parada, mas em breve espero postar mais coisas, obrigado a todos que estão comentando!

  8. Muito legal o seu artigo. Eu até hoje ainda assisto fitas VHS da minha coleção, pois diversos títulos não foram lançados em DVD e para mim o mais importante é o filme e não o tipo de mídia.

    • FrankCastle disse:

      Muito obrigado!

      Se eu tivesse video cassete, ainda assistiria uns bons VHS que tenho (não sei se já mofaram…).

      O pior é que agora acabei me rendendo de vez às novas tecnologias. Não tinha interesse em comprar um Blu-Ray tão cedo, pois achava que o DVD tinha muito a oferecer ainda. Mais acabei caindo num ciclo vicioso:

      Comprei um Xbox 360, que só funciona bem numa TV de Alta Definição, logo acabei comprando uma TV de LCD para aproveitar melhor o console. Porém, a imagem do meu DVD Player antigo não ficava bem nela… aí acabei comprando um Blu-Ray, pois para TV de alta definição, o player de DVD funciona melhor se for com conexão HDMI e como o Blu-Ray também lê DVDs, resolvi fazer um investimento só.

      Não vou renovar minha coleção de filmes, vou permanecer com os DVDs, mas vou começar a pegar alguma coisas em Blu-Ray, como a série Band of Brothers.

      Maldito capitalismo, maldita evolução tecnológica desenfreada!😛

    • fernando disse:

      tenho mais de 4 mil fitas em vhs, 90% em bom estado tenho 8 video

  9. Acho que você tocou no ponto: a ânsia de faturar dos fabricantes leva a extinção de tecnologias que ainda tem inúmeros seguidores.

    Por exemplo, até hoje existem fãs de LP (embora eu nunca tenha gostado deste tipo de mídia). Quando o CD Player foi lançado, os fabricantes pararam de produzir o aparelho de reprodução de LP no Brasil em um erro total de marketing. O Disc Laser então foi uma furada total.

    O mesmo ocorreu com o videocassete. Eu tenho quatro aparelhos para ainda poder usufruir das minhas fitas por muito tempo. O mais interessante é que nos EUA você consegue ainda comprar videcassetes (em geral combinados com DVD) e fitas VHS (entre na Amazon pelo IMDb).

    Agora estão querendo matar o DVD com o Blu-ray. Eu ainda não cedi a tentação. Meu DVD tem HDMI e upscale (comprei nos EUA) e embora seja usuário de home theaters desde 1984 e tenha uma LCD Full HD há uns dois anos, ainda estou resistindo ao Blu-Ray. Talvez eu compre um PS3 no futuro, que lê disco de Blu-ray.

    • FrankCastle disse:

      Quanto aos LPs, eram bem bacanas… o som era chiado, ruim, mas o legal é que pelo tamanho, tinham capas e encartes bem mais interessantes do que vemos nos CDs. E até hoje vejo muitas bandas punks lançarem seus discos tanto em CD, quanto em Vinil (LP). Não entendo direito disso, mas na Europa e Japão eles ainda consumem muito essa mídia.

      Para quem gosta de filmes e também de games, o PS3 é o melhor custo/benefício. Só não comprei um porque tenho muitos DVDs aqui e o PS3 vendido no Brasil não lê DVD região 4. (O Mexicano lê).

      Valeu pelos comentários, deu uma olhada no seu blog, bem legal. E uma dica: talvez você já conheça, mas tem um blog de colecionadores de DVD/Blu-Ray bem legal:

      http://www.blogdojotace.com.br/

      Sempre dão dicas de promoções, edições caprichadas e também edições estrangeiras que tem legenda e/ou dublagem em português (peguei o Band Of Brothers em Blu-Ray numa dessas dicas).

      Um abraço!

  10. Muito obrigado pelo elogio e pela dica. Não conhecia o blog e vou explorá-lo com calma.

    Abraços.

  11. jair disse:

    ola sei onde tem according to jim , só que legendado se interesar o site é;http://seriesabrir.blogspot.com/2009/05/according-to-jim-o-mundo-de-jim_08.html
    espero ter ajudado

  12. […] Até hoje só vi a primeira parte do Titanic, nunca vi a segunda fita (na época a mídia era a Fita VHS). Depois de tanta saturação, simplesmente não sinto a menor vontade de ver este filme, a […]

  13. […] o jogo e o tenho até hoje. Inclusive, houve uma época em que gostava de ligar meu SNES no Video Cassete (alguém lembra disso?) e ficava gravando animações e finais de jogos. Acho que a fita já mofou, […]

  14. flavio disse:

    Boa tarde amigo ,concordo com voce totalmente bons tempos do vhs,tenho saudade até do barulho que o video cassete fazia quando vc colocava a fita,ainda tenho meu video cassete de 7 cabeças comprado na mafhuz,gostaria de saber se por um acaso vc ainda tem as fitas do Jim é assim ,pois para mim é uma das melhores séries que existe muito obrigado pela atençao

    • FrankCastle disse:

      Olá Flávio! Obrigado pelo comentário.

      Nem me fale, muitas saudades do Video Cassete! Infelizmente não tenho mais esses episódios, as fitas já devem ter se perdido. E lembro que, na época, eu gravava mais para assistir durante o fim de semana, depois gravava por cima (eu acho). É uma pena, uma série tão boa dessa não ter sido lançada em DVD aqui no Brasil!😦

      Talvez, algum dia até consigamos baixar ou comprar DVDs com legendas em português, mas nada se iguala a dublagem brasileira!

      Um abraço!

  15. […] no Bau Pirata -Cobertura Campus Party Filecast -Filecast 053 – Guia do Mochileiro da CP2009 -Frank Castle Blog -Clube do Hardware -Conectores: DVI x VGA -As diferentes versões do DVI, HDMI, VGA e adaptadores […]

  16. wesley. disse:

    Cara, vc conseguiu gravar os 13 epis. do seriado Brimstone dublado em português (em vhs) da época q passou no SBT em 2001 ? Se vc realmente conseguiu, saiba q vc é um herói. Centenas de fãs procuram por este seriado dublado em português (ele se tornou uma raridade pq foi cancelado. Quando a gente q é fã procura na net por ele p/ baixar, só encontra ele c/ aúdio ingles s/ legenda). Se vc ainda possui este seriado espetacular gravado em vhs. Por favor, em nome de todos os fãs, ripa os epis. dublados do vhs e posta no youtube ou em algum link p/ nós q somos fãs baixarmos. Não deixe essa preciosa relíquia se perder ficando jogada em algum canto e se estragando c/ o tempo. Sou um grande fã deste seriado e devo confessar q admiro todas as pessoas q ñ deixam as boas coisas q eram exibidas antigamente se perderem p/ sempre .

  17. wesley. disse:

    … Mesmo q vc não tenha os 13 epis. dublados – gravados em vhs, se vc tiver alguns ou pelo menos um epis. gravado e puder disponibilizá-lo saiba q vc estará fazendo um grande bem e tb um grande favor p/ todos os fãs deste seriado. Pense nisso! Dá uma força ae p/ nós q somos fãs deste antigo seriado.Desde já eu agradeço.

    • FrankCastle disse:

      Fala aí Wesley!
      Cara, infelizmente não tenho mais😦 Se eu consegui deixar gravado foi um ou outro episódio, infelizmente não consegui gravar todos. Meu vídeo cassete pifou de vez há muito tempo e as fitas que eu tinha se perderam. Mas se eu tivesse, pode ter certeza que eu arrumaria um jeito de preservar isso. Também estou na busca, gosto muito mais do dublado. Uma esperança é a Netflix. Ela traz muita coisa clássica com dublagem em português, não seria má ideia sugerirmos para eles lançarem no site!

      Obrigado pelo comentário!

  18. wesley. disse:

    Valeu Frank ! Muito obrigado por responder ao meu comentário. Fica o meu apelo em nome de todos os fãs do seriado Brimstone. Se um dia você conseguir os episódios ou tiver contato c/ algum conhecido seu que os tenha, tenta disponibilizar pra gente. Um outro grande seriado, mais ou menos do mesmo gênero de Brimstone (também de 13 epis.), que o SBT chegou a exibir 4 episódios dele dublado (antes dele ser cancelado e tirado do ar) foi : ” Milagres entre o céu e o inferno” . Se você tiver esses 4 episódios dublados (gravados em vhs) ou souber quem os tenha e pode disponibilizá-los de alguma forma, eu e os fãs também agradecemos muito. Sei que vc frisou em seu comentário acima que seu aparelho de video cassete pifou a muito tempo e você acabou perdendo suas fitas vhs. Mas algum dia, se você tiver um novo video cassete e os episódios dos seriados mencionados em mãos, não hesite em compartilhar-lhos. Saiba que existe muitas pessoas que apreciam as coisas antigas e as raridades e as apreciam muito (principalmente dubladas em português). Uma vez mais, muito obrigado. Quem dera se todos tivessem a sua nobre atitude de tentar preservar antiguidades preciosas como as que foram mencionadas .

    • Gleson disse:

      Cara respirei fundo quando vi o comentário, que ele tinha gravado. Que pena que ele não tem mais, sou louco para assistir novamente, não consegui assistir todos pois passava muito tarde… Se eu encontrasse ao menos legendado em inglês eu já teria traduzido pra galera, mas encontro apenas com o áudio em inglês e infelizmente meu inglês é ruim e não me permite esta façanha…

      Fica um abraço para todos os fãs desesperados que estão assim como eu e você, em busca de uma luz no fim do túnel.

      • Alessandra disse:

        Poxa…tive uma locadora…e qdo vendi fiquei c vários filmes….tenho uma peeeena de jogar fora…mas mal os vejo agora…e não há nenhum lugar p doação. ..😦

        • FrankCastle disse:

          Olá Alessandra,

          Você poderia tentar vender no Mercado Livre ou vender para algum Sebo. Ou, se tiver mais paciência, pesquisar grupos de colecionadores na internet que se interessem.

          É realmente uma pena ver algo que nos trouxe tantos bons momentos ser totalmente esquecido pela maioria das pessoas.

        • Ricardo disse:

          Olá, Alessandra, aceito doações de VHS. Entre em contato rickbuttman@hotmail.com

  19. Ricardo disse:

    Olá pessoal, aceito doações ou compro VHS com filmes dublados gravados da TV. Contato: rickbuttman@hotmail.com

  20. rafalela disse:

    ola amigos e amigas eu aceito doações de fitas de VHS vinil quem tiver e quiser me doar me ajudem bjos a todos meu email e rafaelagarcia2002@gmail.com pago transportadora pra retirar em qual quer local.

  21. Rodrigo Guerra disse:

    Caros, possuo uma coleção de 174 fitas vhs e 27 fitas betamax com filmes, desenhos e séries dos anos 80 e 90. Tenho interesse em vender por preço simbólico para ajudar na compra de itens para a casa da minha mãe. Caso tenham interesse, favor entrar em contato: rjag@ig.com.br

  22. Rodrigo Paim disse:

    Fala Frank, blz? Cara to querendo a um tempão matrix c dublagem de VHS. Qto vc cobraria pra passar pro computador e me enviar?
    se puder me responder, ficaria grato: rodrigo21thc@hotmail.com.

  23. Carla Monteiro disse:

    Qual era o modelo do seu vídeo cassete, eu tbm tive um desse, tive que jogar fora completamente, no final tava mastigando tudo, bom, tenho “O exterminador do Futuro” em DVD, gosto muito de coisas nostágicas e gostaria de saber o modelo, eu lembro que gravei a primeira trilogia de Star Wars (IV, V e VI) e também Star Wars episódio I, Titanic, As Panteras, um show do Bon Jovie e um do Michael Jackson, algumas mágicas do Mr. M, um episódio do Friends, e muito mais devia ter umas 20 fitas gravadas com muitos filmes.

  24. Carla Monteiro disse:

    Gostava de colocar no sistema EP aí a fita chegava a gravar quase 6 horas de vídeos.

  25. Carla Monteiro disse:

    Não posso mais fitas VHS, devido ao fato de não ter mais vídeo cassete elas fofaram, uma pena.

    • FrankCastle disse:

      Olá, Carla! Infelizmente, não lembro o modelo exato. Me recordo que foi comprado entre 1993 e 1994 no antigo Mappin, era um Toshiba de 4 cabeças (algo considerado moderno para época, o normal eram de apenas 2 cabeças). Também gostava muito de usar o modo EP, nas fitas T-160 lembro que chegavam até 8h45 ou algo assim! Também gosto muito de coisas nostálgicas. Nos anos 80 e 90 era possível gravar coisas nessas fitas e, apesar do risco de mofar ou serem mastigadas, poderiam durar anos, décadas… As coisas antes eram feitas para durar mais, havia um bom padrão estabelecido.

      Hoje, com a obsolescência programada, tudo virou descartável. Nenhum gravador de DVD teve a mesma complexidade de funções de um vídeo cassete desse, não há um padrão. As TVs de tubo saíram, depois vieram as de plasma, LCD, LED, imagem HD, Full HD e agora 4K.

      A tecnologia é algo maravilhoso, é uma pena que ela tenha sido tão vulgarizada e tratada como algo descartável pelo mercado. obrigado pelo comentário, grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: